terça-feira, 28 de setembro de 2010

Trechinho do texto

Para dar um gostinho, aqui vai um trecho de "É Uma Vez e Para Sempre", a peça em fase de montagem da ACRUEL.

"MÃE: Não sou mais vedete. Não me sobra amor pra dar. O que me resta. O que vive após a morte. É dirigir este espetáculo. É a luz que me cabe. É o foco que é meu. Então eu começo pela sinopse. Mãe manda matar a própria filha. E come seus órgãos. Um pulmão novo. Um fígado novo. Um coração novo. Mãe já não é mais mãe. É só. Ela".

Botões