sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Referências

Como dissemos ontem, hoje era um dia separado para ver referências. Vimos vídeos muitos legais que serão muito últeis na construção das cenas. Além disso, discutimos muito sobre a sonoplastia, que tem papel bem importante no espetáculo.
Entre outras coisas, hoje voltamos ao filme "500 dias com ela", que foi uma referência desde o início do processo por brincar com representações do estado interno. Não vou estragar pra quem não assistiu (mesmo assim, fica a dica), mas vou colocar aqui um vídeo extra do filme que, como a própria atriz apresenta no início, pode ser assistido tanto por quem já viu o filme quanto por quem ainda não. Este vídeo é uma referência tão forte para nós quanto o próprio filme.



A partir de semana que vem, começamos as investidas na escrita do texto. Na segunda, falamos sobre isso.
Bom final de semana a todos!

quinta-feira, 28 de janeiro de 2010

Quinta das cores



Nossa quinta foi mais colorida do que o imaginado. Depois de termos pegado o pique dos teste na rua, hoje testamos três roteiros diferentes: o amarelo, o verde com roxo e o branco. As cenas mais próximas exigiram mais uma decisão de marcação por enquanto. Depois elas serão ensaiadas em espaço fechado para voltarem para a praça.
Deixamos a encenação do final ainda em aberto, vamos dar mais atenção a ela depois de uma grande conversa que teremos sobre imagens e sons desejados amanhã.
Fizemos um mapa de marcações. Ele é muito importante, já que são muitas pessoas em uma espaço muito grande. Por ele, deu pra perceber algumas necessidades específicas que alguns atores terão. Por exemplo, alguns atores terão que ter contra-regras exclusivos e outros precisam sair de cena antes que ela acabe porque têm menos tempo de locomoção.
Tudo parece muito mais concreto agora, mas não estamos pulando etapas. Queremos sempre cuidar dos detalhes ao mesmo tempo em que nos voltar para o objetivo maior de tudo. Por isso, amanhã teremos novamente um dia de recolher referências de imagens. São estas discussões e estas pausas para nos alimentar que têm feito o processo ser tão rápido com resultados provisórios tão bem sucedidos.

quarta-feira, 27 de janeiro de 2010

Quarta azul



Hoje foi o dia de testar o roteiro azul, ver distâncias e necessidades de cada ação. Foi muito bom para ver que o figurino azul precisa de uma atenção especial, pois com a distância ele é mais difícil de ser percebido.
Também escrevemos algumas falas. Elas precisam soar naturais mesmo que o público da caixa não as ouça, pois as pessoas que estão perto da ação não sabem que se trata de ficção.
Amamhã, aceleramos e testamos duas fases, a amarela, e a verde com roxo. Isto porque a amarela demanda menos texto e, por isso, é mais rápida de ser pensada. A chuva, até então, tem caído na hora certa: quando já acabamos os testes práticos e precisamos sentar no café para escrevermos. Que assim continue!

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Terça vermelha


A ACRUEL já retomou o processo criativo do Espaço Outro e começa os experimentos na rua hoje.
O principal objetivo desta semana é perceber como as ações são observadas à distância que cada uma propõe. Ao mesmo tempo, queremos testar a relação de cada ação com as pessoas que cruzam com elas.
Existem cinco roteiros de ações elencados por cores (nos quais a participação das pessoas aqui pelo blog foi muito importante). Hoje é o dia de testar as ações vermelhas.
O que esperar de ações vermelhas?

domingo, 24 de janeiro de 2010

ACRUEL na Gazeta do Povo

A ACRUEL está na Gazeta do Povo de hoje, que fala sobre os projetos para 2010 de dez companhias de Curitiba. Confira a matéria de Luciana Romagnolli no link abaixo.


http://portal.rpc.com.br/gazetadopovo/cadernog/conteudo.phtml?tl=1&id=966717&tit=O-mapa-da-temporada

Abaixo, o trecho sobre a ACRUEL:

"Público encaixotado

Em maio, ACruel deve prender a atenção em quatro praças da cidade com Espaço Outro, espetáculo subsidiado pela Funarte. Em cada local, será instalada uma grande caixa transparente, de dentro da qual o público verá (e ouvirá por narração em off) a ação que se desenrola na rua, entre os passantes".

sábado, 23 de janeiro de 2010

Alice Book

A Disney e o Tim Burton estão mesmo sabendo fazer propraganda do filme "Alice no País das Maravilhas", que tem estréia em março.

quinta-feira, 14 de janeiro de 2010

Flash Mobs

Além de se infiltrar entre os transeuntes da rua, em alguns momentos os atores do "Espaço Outro" farão grandes cenas. Estas partes do espetáculo tem inspiração nos Flash Mobs. Por isso, vamos falar um pouco aqui desta inspiração.

O que são Flash Mobs?
"Flash Mobs são aglomerações instantâneas de pessoas em um local público para realizar determinada ação inusitada previamente combinada, estas se dispersando tão rapidamente quanto se reuniram. A expressão geralmente se aplica a reuniões organizadas através de e-mails ou meios de comunicação social".

Aqui vai um vídeo de um Flash Mob realizado pelos membros do Jerusalem International YMCA.



O Flash Mobs tem uma grande organização no Brasil também. Pra saber mais dos eventos e até pra participar, é só ficar ligado no http://pillowfightbrasil.wordpress.com/ .

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Nota


Stella no País das Maravilhas

Fonte: http://juliapetit.com.br/category/home/

E a lista de produtos atrelados ao lançamento de “Alice no País das Maravilhas” não para de crescer. Agora é a vez de Stella McCartney, que após colaborar com a Baby Gap agora se junta à Disney para lançar um colar e uma pulseira tendo como tema o filme de Tim Burton. As bijouterias finas serão feitas na Itália e vão contar com pingentes de cristais Swarowski e Plexiglass (cristal acrílico). A Disney deve anunciar a colaboração ainda hoje, mas os preços das peças, que serão vendidas nas lojas da designer, nós já temos: US$425 e US$395. Vale lembrar que ano passado a Aninha Strumpf contou pra gente sobre um projeto bem semelhante ligado ao filme, lembram?

terça-feira, 12 de janeiro de 2010

"É uma vez e para sempre" em cena

A ACRUEL já rertornou das férias.
Antes de retomar o processo criativo do "Espaço Outro", voltamos a dar uma atenção para o "É uma vez e para sempre", espetáculo que acabou ficando pra mais tarde, mas que ainda está nos nosso projetos.
Pra ter uma idéia do que se trata, acompanhe abaixo um pouco do que a peça propõe cenicamente:

A acuidade visual é um caráter importante desta montagem, principalmente por tratar de um tema onde impera a fantasia e o simbolismo - os contos de fadas. O cenário e o figurino são formados por diferentes consistências do plástico, criando um ambiente de cristal – belo, perfeito, durável e frágil – industrial e contemporâneo. Tudo é branco, desde a caixa cênica até roupas, acessórios e móveis. Tem-se, assim, a atmosfera gélida ideal para os sentimentos de infinito, abandono, vazio e desencontro que permanecem na maior parte das histórias. O momento no qual a visualidade do espetáculo se altera é na última cena, constituída pela celebração padrão do final feliz. Cores vivas mudam o clima, dando-lhe leveza e alegria. Estes diferentes tons aparecem na mesa de um grande banquete.

Na ação cênica, a importância visual é dada aos corpos das atrizes. A proposta é que eles construam imagens da brutalidade e do divertimento, essências dos contos de fadas. Para isto, seguindo o mesmo formato dinâmico do texto, sobrepõem-se formas espetaculares. Faz-se uma montagem ou colagem de figuras diversas, técnica própria da Pop Art.

Aqui, usa-se da linguagem contemporânea do consumo, o Pop, para elucidar o que os personagens dos contos de fadas são na memória ocidental: símbolos do desejo. As representações complexas cultivadas em nossa tradição ganham este corpo para potencializá-las na sociedade atual, já que ele carrega a popularidade e os traços fortes necessários. Desta forma, duas partes do imaginário que cerca a vida cotidiana e as massas se encontram e se fortalecem: a Cultura Pop e a Popular.

Botões